Pesquisar este blog

29 de set de 2011

A absolvição dos pôneis!


O CONAR, Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária,  absolveu os “pôneis malditos” da Nissan.

Por unanimidade de votos, o processo será arquivado pelo órgão. Com cerca de 30 denúncias vindas de diferentes partes do Brasil, o comercial foi a julgamento porque, segundo os consumidores que protestaram,  a peça seria inadequada para crianças por associar elementos do universo infantil - no caso, os pôneis - à palavra "malditos".

Criado pela Lew’Lara/TBWA, o filme faz uma sátira à potência dos motores das rivais da montadora, comparando-os a pôneis. Na versão da internet, que foi projetada como peça de Marketing Viral, o comercial apresenta o seguinte final: "É o seguinte, se você não passar esse vídeo agora para 10 pessoas, você vai sofrer a maldição do pônei: você vai ficar o resto da vida com essa música na cabeça". Esse fechamento ficou conhecido como a “maldição dos pôneis”.

Lançado em julho deste ano, o vídeo chegou a receber mais de 17 mil  comentários na página oficial da Nissan no YouTube. Em visualizações, foram mais de 13 milhões!
Com esse sucesso todo, a ação foi apontada pela Nissan como uma das mais comentadas em blogs e redes sociais desde a metade do ano passado. E mais: em agosto, a picape Frontier, promovida pelo filme, já havia batido recorde de vendas no Brasil, com aumento de 81% em comparação ao mesmo período de 2010.

Quer cantar junto com os pôneis? Então assista o vídeo: 

22 de set de 2011

Se você ainda não sabe o que o design pode fazer por seu produto, leia este post – os exemplos da Oi e da Natura


As marcas estão cada vez mais investindo no design para inovar seus produtos e conquistar novos mercados. Até bem pouco tempo atrás, quando um pai ouvia de seu filho a célebre frase: “Pai, mãe, vou ser designer!”, era preocupação na certa. “Que profissão é essa? E vai viver do quê?”
Pois bem, pais, sosseguem! A cada dia o futuro de seu filho está cada vez mais garantido.  As grandes empresas estão investindo pesado em design como uma vantagem competitiva a fim de criarem diferenciais para suas marcas e produtos.

Diferenciação na embalagem – o caso da Oi
Criadas pela GAD Design, as embalagens da Oi, com forma e materiais inovadores, tornaram-se um ícone no mercado nacional. O sucesso do produto começou com a estratégia de refletir a identidade que a empresa quer mostrar. No caso, um espírito jovem e com atitude. 
As expectativas dos consumidores em relação às marcas é elevada, e as discussões em redes sociais ocorrem livremente. Por isso, a inovação é fator exigido, junto com a crescente preocupação ambiental.
Essas guias são pensadas no pré-desenvolvimento, quando é estipulada uma série de escolhas que, juntas, convergem em um produto final.

Um amor de embalagem – Natura Amó
Para a composição da linha de produtos Natura Amó, a Tátil teve o desafio de traduzir o conceito de “colocar o amor em movimento” para o produto final. Partindo deste briefing, a segunda etapa foi mergulhar no universo de mensagens que esta frase pode desencadear.
Para compor esse projeto, os designers ouviram antropólogos, psicólogos e foram até ao MADA (Mulheres de Amam Demais Anônimas) com o objetivo de ter uma visão multidisciplinar.
Já a linha Natura Ekos tinha uma proposta de contar histórias, compartilhando o conhecimento, ao mesmo tempo, deveria mostrar uma redução no impacto ambiental. Na embalagem, a linha apresentava uma “bula” que mostra toda a história do produto, em frascos com inspiração retrô. O toque de sustentabilidade fica a cargo da embalagem que facilita a reciclagem.

Colocando a mão na massa
O tempo para concluir um projeto como esse pode levar de dois meses a dois anos, variando de acordo com o tamanho da empresa e da ação. Quando o cliente é de grande porte, o trabalho já nasce mais complexo, porque o designer precisará afinar os pontos com mais pessoas da empresa, tendo ainda que conciliar as reuniões com a agenda dos executivos.

O mesmo vale para os custos. Quanto mais complexo o trabalho, maior o investimento da empresa e os números no contrato do designer. As marcas menores envolvem menos riscos e decisões mais rápidas, portanto o valor é mais baixo. Nas grandes, a exigência de entendimento pelos funcionários é maior, ela tem ainda mais pontos de contato do uso da marca e mais detalhes para tratar, o que naturalmente aumenta o custo, que pode variar de R$ 20 mil a R$ 300 mil.

Fórmula que dá certo
Um projeto que consegue unir um bom briefing a um bom relacionamento com o cliente, sendo criativo e atual, geralmente tem sucesso. Ou seja, quando todas as expressões estão absolutamente alinhadas, das embalagens ao layout do site, as chances de obter uma diferenciação no mercado são enormes. Isso é resultado de estar completamente comprometido com o projeto em sua totalidade, desde o briefing inicial até o resultado final.

Atenção pais e empresários: o design está aqui para ficar!

15 de set de 2011

Twitchê, o twitter dos gaúchos!


Bah Tchê, to aqui me coçando para não escrever nenhum post sobre o meu amado Estado do Rio Grande do Sul neste mês de setembro em que comemoramos a Revolução Farroupilha. Gaúcho é assim: povo orgulhoso de suas origens e de sua terra. Mas como meu assunto é comunicação, ia ficar meio esquisito ter isso no Blog.

Mas agora é diferente! Vou compartilhar com vocês uma novidade que eu achei “tri”, como um bom gaúcho diria.

Para comemorar a Semana Farroupilha, o Sicredi lança o Twitchê, uma ferramenta que permite ao usuário escrever mensagens no Twitter com até 280 caracteres. 
A plataforma foi criada pela agência Competence com produção do DZ Estúdio.

É fácil usar o Twitchê. O usuário escreve a mensagem com até 280 caracteres no site www.twitche.com e ela é enviada para sua timeline do Twitter com um link. Ao clicar no endereço, o seguidor poderá ler o texto na íntegra no Twitchê.

Entra lá e “te diverte, bagual”.

FICHA TÉCNICA
Criação: Eduardo Dewes e Rafael Lopes
Dir. Criação: Marcos Hübner e Thiago Ferreira
VP de Criação: Marcelo Pires
Anunciante: Sicredi
Produto: Institucional
Produção: DZ Estúdio
Estrategista Digital: Andre Azeredo
Atendimento: Patrícia Santejano
Dir. Atendimento: Tânia Grigoletto
Aprovação Cliente: Bianca Franchini e Ivan Carlos Novello
RTVC: Bernardo Santos da Silva

14 de set de 2011

Está sem tempo para tuitar? Peça ajuda para a sua... geladeira!



Isso mesmo! Em uma criativa estratégia de promoção da água mineral Bonafont, a Danone distribuiu geladeiras portáteis conectadas à internet wireless e abastecidas com garrafas da bebida entre influentes tuiteiras. Essa união entre criatividade com tecnologia é a arma da empresa para se aproximar das principais formadoras de opinião da internet.

Os aparelhos ganharam “vida digital” devido a um dispositivo eletrônico capaz de integrá-los à web. Toda vez que a porta do eletrodoméstico for aberta, um tweet é postado automaticamente no perfil da pessoa, e “avisa” aos seguidores que ela está bebendo água, incentivando-os a fazer o mesmo. Caso o dono da geladeira fique 12 horas sem abri-la, o equipamento envia uma mensagem direta via Twitter para lembrá-lo de que é preciso se hidratar.

Assinada pela Wunderman, agência de interatividade do Grupo Newcomm, a estratégia consiste na distribuição total de seis minigeladeiras.
Recentemente, a agência também criou para a Danone torradeiras que customizavam a superfície do pão com a frase “Tomou Actimel hoje?”, a fim de divulgar o leite fermentado entre blogueiras da área de saúde, alimentação e família.

Além de ser uma excelente promoção de marketing, a ação ainda pode ser considerada “do bem”, pois estimula o consumo de água, ação extremamente importante para a nossa saúde.
MallmannRP achou o máximo! E você?

Ficha técnica: 
A criação da ação para a água Danone Bonafont é de Rodrigo Jatene, Alexandre Lima, Daniel Xavier e Guto Chicanelli, com direção de criação de Rodrigo Jatene e Adriano Abdalla, e desenvolvimento tecnológico de Bruno Mosconi e Ricardo Ramos. A equipe responsável pelo gerenciamento da ação com as blogueiras e pelo monitoramento constante é formada por Anny Atti e Fernanda Loredo.

Fonte: Exame.com

13 de set de 2011

Mais sobre o caso Pepsi - Procon notifica a empresa, que fez promoção mas não tinha o produto para entregar

Segundo matéria publicada recentemente no site Coletiva.net, A Fundação Procon-SP notificou a PepsiCo, fabricante do refrigerante Pepsi, pedindo esclarecimentos sobre a falta do produto causada pela promoção "pague um, leve dois" da marca. Na segunda-feira, 12, o órgão pediu esclarecimentos sobre a quantidade de produtos distribuídos para atender aos pontos de venda e como a fabricante pretende atender àqueles consumidores que não conseguiram fazer a compra nos termos da promoção. 

A promoção estabelecia que apenas 24 produtos poderiam ser vendidos a um mesmo cliente (limitado pelo CPF) durante o final de semana passado. Mas em várias redes de supermercados houve falta do produto já no sábado. 

A própria mídia serviu como base para que o Procon-SP fosse tirar satisfações com a Pepsi, que poderá agora responder a um processo administrativo e ser multada, "com base no artigo 57 da Lei 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor)". 

Vamos aguardar agora as “cenas dos próximos capítulos”! 

Cuidado com as boas ideias, você pode ser vítima delas - o caso da Pepsi


Sabe aquela ideia maravilhosa que sai depois de um brainstorm realizado com a sua equipe?  Pois cuidado! Inovar é fundamental, mas um bom planejamento faz toda a diferença na hora de colocar a grande ideia em prática.

Essa semana tivemos mais um caso de que uma grande ideia nem sempre é garantia de sucesso. A Pepsi anunciou sua grande promoção "Pepsi em dobro". A promoção era simples: durante um final de semana, a Pepsi estaria sendo vendida em todo o Brasil naquela antiga fórmula do "compre 1 e leve 2".  Para a divulgação da campanha uma receita infalível: Rodrigo Faro e as gêmeas Bia e Branca do nado sincronizado. Sucesso total!
Com demanda superior ao planejado, a oferta acabou gerando a inclusão da rival Coca-Cola na jogada, além de gerar um pedido de desculpas do Grupo Pão de Açúcar, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Com estoque programado para durar o sábado e o domingo e que permitia que cada consumidor levasse até 24 unidades pagando apenas por 12, os refrigerantes duraram apenas poucas horas em várias das cidades onde a promoção ocorreu.
Com a semana encerrando sem a quantidade suficiente do refrigerante nas prateleiras, o Grupo Pão de Açúcar negociou com a AmBev que a promoção se estenderia a qualquer refrigerante da distribuidora. Mesmo assim, a procura ainda superou o calculado, motivo que garantiu a inclusão da principal concorrente da Pepsi, a Coca-Cola, nos carrinhos de compra.
Diante da repercussão negativa da promoção, o Grupo Pão de Açúcar publicou um pedido de desculpas em anúncios de TV e em jornais de grande circulação.
No sábado, a Pepsi disse em seu perfil oficial no Facebook que a participação na promoção havia superado as expectativas de vendas e que por isso, em alguns lugares, os estoques já haviam acabado.
Entretanto, o feedback dos consumidores foi bastante negativo, muitos postaram comentários negativos sobre a marca e a promoção.
Esse exemplo da Pepsi fica para refletirmos que uma grande ideia, sem um bom plano de operacionalização, pode não trazer resultados tão positivos quanto esperado!
Assista ao comercial da promoção:


8 de set de 2011

O estilo vintage e a tecnologia


Que o vintage está com tudo já há algum tempo, isso ninguém duvida. Marcas como Coca-Cola e Granado estão investindo cada vez mais nessa onda retrô em suas embalagens e campanhas. Além disso, no campo da moda, a inspiração vintage há muito que anda pairando pelo ar. Entretanto, o clássico está invadindo o moderno em um campo bem improvável: a tecnologia. 

Isso mesmo, algumas marcas de eletrodomésticos estão investindo em coleções de geladeiras e fogões em estilo retrô. E garantem: estão sendo um sucesso. 

Exemplo disso é a Brastemp, que em 2007 ganhou uma linha de produtos com design retrô, composta por frigobar em três cores: vermelho, azul e amarelo. Em 2009,a marca Whirlpool testou um protótipo de refrigerador na Casa Cor São Paulo e, no início deste ano, a linha ganhou mais dois produtos, o refrigerador e o fogão, nos modelos Preto Tremendão, Amarelo Supimpa e Vermelho Brasa Mora.

Já a Brastemp, além de apresentar um design que remete ao passado, em termos de tecnologia, os produtos de sua linha retrô foram desenvolvidos pensando no futuro; com funcionalidades que focam em inovação, como garantir mais economia de energia e de tempo. O fogão, por exemplo, tem um queimador grande para acelerar o processo de preparo dos alimentos.

Unindo design à funcionalidade, a Brastemp conseguiu criar verdadeiros objetos de desejo e decoração, fazendo, inclusive, com que o produto saia da cozinha e ganhe destaque em outros ambientes da casa. Não é à toa. Com preços que variam entre R$ 999,00 e R$ 7.999,00, os eletrodomésticos da marca têm um posicionamento premium e são produzidos em menor escala. 

Estilo e tecnologia, juntos, em uma linha de eletrodomésticos cheios de estilo! Essa tendência veio para ficar!








6 de set de 2011

Música "Perfeição" do Legião Urbana: um retrato do Brasil do anos 90 e também de hoje

Legião Urbana gravou "Perfeição", música do álbum "Descobrimento do Brasil", em 1993. Para muitos uma música pessimista sobre o Brasil, para outros uma mensagem de otimismo de que novos dias estavam por vir. 
Infelizmente, às vésperas de mais um 7 de setembro, me peguei ouvindo, casualmente, esse álbum, em um puro momento de nostalgia nos anos 90. E é com muita tristeza que tenho que reconhecer que, se fechasse os olhos, essa canção poderia ter sido escrita nos dias de hoje. 
Infelizmente, ainda sofremos com o sucateamento da educação, da saúde, da segurança e de nossos valores morais. Estamos paralizados com as notícias de corrupção e violência que invadem nossa casa ao som da trilha do Jornal Nacional todas as noites e,simplesmente, nada fazemos. Talvez a gente devesse  escutar Legião mais vezes nos dias de hoje. 
O lado bom de pensar que essa canção pudesse ter sido escrita nos dias de hoje era que Renato Russo ainda estaria entre nós, produzindo música de verdade. 
Um bom feriado a todos e deixo vocês com a poesia e a reflexão do Legião Urbana:

5 de set de 2011

Facebook ganha a batalha por usuários brasileiros e ultrapassa Orkut

Sim amigos leitores! A rede social preferida dos brasileiros não é mais o Orkut. O reinado agora é do Facebook!  Segundo a revista Isto É Dinheiro, pela primeira vez, em sete anos, o Facebook fechou o mês na frente da rede social do Google em número de usuários. A matéria usa como fonte informações do Ibope Nielsen Online (ainda não divulgadas), mas diz que o Facebook terminou o mês de agosto com 30 milhões de usuários no Brasil, contra aproximadamente 29 milhões de seu rival. O Ibope é um dos institutos de maior credibilidade em medições na internet.
Alguns acreditavam que era só uma questão de tempo para que a rede de Mark Zuckerberg quebrasse a liderança que o Orkut tinha no Brasil desde 2004, outros ainda acreditavam que essa hegemogia iria perdurar por muito tempo. 
Mas vamos aos fatos: o Facebook é a maior rede social do mundo, domina a Europa, boa parte da África, Ásia, Oriente Médio e Oceânia. Até a Índia, país berço do Orkut, se rendeu ao concorrente. Na América inteira só no Brasil não havia escolhido a rede como preferida. Sendo assim, se você é brasileiro e está morado no exterior ou tem amigos lá, não adiantava falar de Orkut. 
A Google lançou em 2011 o Google+ em uma tentativa de enfrentar o seu rival, mas com a afirmativa de que o Orkut não iria acabar. Mas resta a questão: quem vai usar o Orkut agora? 
Particularmente, acho que o Facebook é muito melhor do que o Orkut, mais dinâmico, mais interessante e com muito mais utilidades do que ficar bisbilhotando a vida dos outros. Pena que, com o aumento do uso do Facebook, alguns usuários estejam trazendo antigos e desagradáveis hábitos do Orkut, como usar a sua página como mural do desabafo e muro das lamentações. 
Enfim, para finalizar, até que apareça um concorrente a altura do Facebook, ele se apresenta como o principal canal de relacionamento no mundo, então se você ainda não tem uma conta, o que está esperando?