Pesquisar este blog

29 de mar de 2010

Redes Sociais: elas estão ai para ficar

Mesmo você achando que o Orkut já era, que esse tal de Facebook ainda é um bicho de sete cabeças e que ficar escrevendo amenidades no Twitter é bobagem, você não vai conseguir parar o crescimento e a importância das redes sociais na sociedade moderna. 
As redes sociais estão ai e chegaram para ficar. E, ao contrário do que muita gente pensa, não são coisas de adolescentes que não têm nada mais interessante para fazer. 
A cada dia mais empresas estão se valendo dessas ferramentas para se comunicar com seus públicos de interesse. 
Site agora é coisa do passado. Empresa sem site não existe e, daqui a pouco, se não tiver Twitter também não. 
Mas lembre-se, não bastar estar na redes sociais. Se você quiser usa-las como ferramenta de comunicação, lembre: tem que ter conteúdo e, acima de tudo, as mensagens que são postadas pela sua empresa devem estar alinhadas com as filosofias e com a imagem de sua e empresa. 
Além disso, velocidade de atualização é a principal característica dessas ferramentas.  Uma mensagem nas redes sociais pode reverberar para muitas pessoas em bem pouco tempo, mas fica velha bem rápido. Atualizar sempre. Este é o lema.
Enfim, goste você ou não, as redes sociais estão ocupando um papel cada vez maior enquanto ferramenta de comunicação corporativa. Portanto, ao invés de ficar ai dizendo que esta onda vai passar, procure se informar um pouco mais sobre elas. Você vai descobrir que as redes sociais podem ser aliadas importantes para as empresas e organizações.

8 de mar de 2010

Em defesa dos profissionais de Comunicação

Mesmo não sendo Jornalista de formação, sou uma profissional da área de Comunicação. Muito cedo na minha carreira aprendi que "cada macaco no seu galho". Ou seja, o somatório das expertises de todos faz com que as empresas, o mercado e a sociedade cresçam. O fim da obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão de jornalista é uma afronta a todos os profissionais da área que estudaram toda a sua vida e dedicaram horas a fio a esta profissão tão importante e complexa.
As consequencias disso? Empobrecimento cultural de nosso país. 
Além disso, em SP e Minas Gerais, alguns cursos de jornalismo já estão sendo fechados. Em notícia publicada no site Coletiva. net em 05 de março, somos informados de que o curso de Jornalismo do Centro Universitário Senac de São Paulo fechou as suas portas. O motivo? Evasão em massa de seus alunos. 
Afinal, em um país que uma boa parte da população sustenta suas famílias com um salário mínimo, pagar em torno de 950 reais por mês para ter educação é um luxo. Ainda mais agora que qualquer um pode exercer esta profissão. Por que pagar por um diploma que não vale mais nada? 
Proponho que não se precise mais diploma para ser médico, nem advogado, nem dentista....ou melhor: professor!
Enfim, deixo aqui a minha opinião e a minha defesa à área de Comunicação.